O Projecto

O projecto SOWAMO (Sowing Water in Monchique Mountain) é um projecto de carácter inovador e demonstrativo que alia a Gestão de Recarga de Aquíferos às Alterações Climáticas.
As alterações climáticas terão grande impacto na região sul de Portugal sendo essencial que se comece o mais cedo

possível a alertar e actuar de acordo com as modificações espectáveis. Este projecto permitirá, para além da mitigação dos efeitos das alterações climáticas, alertar a sociedade e os vários setores de atividade para a importância do uso e gestão responsável da água.

Objectivos

  • Alertar a sociedade e os vários sectores de actividade para a importância do uso e gestão sustentável da água.
  • Demonstrar a aplicabilidade de Técnicas de Gestão de Recarga de Aquíferos em Portugal para mitigação dos fenómenos de seca.
  • Potenciar o caudal das nascentes utilizadas para abastecimento público e outros fins, na Serra de Monchique, através da construção de estruturas de recarga e aproveitando os excedentes hídricos.
  • Melhoramento da qualidade das águas superficiais através da gestão activa de espécies.
  • Recuperação de habitats e espécies vulneráveis através da sua gestão activa.
  • Reflorestação de zonas ocupadas por eucaliptais, sendo substituídas por espécies autóctones.
  • Interligação de zonas húmidas (existentes e a construir), promovendo a conectividade entre si.
  • Estudo da utilização das estruturas de recarga construídas na prevenção e combate de incêndios florestais.
  • Construção, sinalização e divulgação de um caminho pedestre sob o tema da Gestão de Recarga de Aquíferos.
  • Tornar mais eficaz e confiável o abastecimento de água à povoação de Monchique durante todo o ano.
  • Equipar as captações de água existentes com equipamentos de monitorização de caudal e de outros parâmetros, incluindo meteorológicos.
  • Promover acções de sensibilização para a gestão da água junto a Stakeholders, escolas e população em geral
  • Organização de dois seminários abertos a toda a comunidade, para abordagem dos temas das Alterações Climáticas e da Gestão Holística da Água.
  • Contribuição para a integração das Alterações Climáticas nas políticas locais, nomeadamente com o envolvimento da autarquia de Monchique
  • Aumentar e divulgar um conhecimento técnico-científico em Portugal sobre a concepção , construção e gestão de projectos de índole semelhante

 

Contexto

 

O maciço ígneo alcalino de Monchique, que constitui o núcleo geológico da área deste estudo, encontra-se no extremo sudoeste da Zona Sul Portuguesa, na zona limite da bacia Meso-cenozóica algarvia. O relevo é acidentado, com ponto culminante aos 902m na Fóia. Trata-se de uma zona florestada e com ecossistemas de matos de montanha, muito propensa a incêndios florestais. A população é abastecida através de água subterrânea, num sistema constituido em grande parte por furos horizontais e nascentes/galerias, extremamente vulnerável à variabilidade meteorológica, e portanto às alterações climáticas.

As últimas previsões do IPCC apontam para mudanças no regime de precipitação, sendo provável a ocorrência de periodos prolongados sem precipitação. Esta mudança no regime hídrico poderá levar a problemas no normal funcionamento do abastecimento público. Assim, face a este enquadramento, o principal objetivo do projecto será melhorar a resiliência deste sistema, procurando melhorar a segurança no abastecimento público. O conhecimento deste sistema de abastecimento, e das características das captações está bem desenvolvido, graças a uma auditoria realizada no âmbito dos estudos de delimitação dos perímetros de protecção das captações levado a cabo pela TARH em 2013 e 2014.

Localização

O projecto irá ser implementado no município de Monchique, numa área montanhosa onde se encontram as nascentes que são a base do abastecimento público de água à vila de Monchique.